• Ícone do Instagram Branco
  • Ícone do Youtube Branco
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Spotify Branco
  • Ícone do Apple Music Branco
  • Deezer - Círculo Branco
  • Ícone do Google Play Branco

RECEBA NOVIDADES

Contato

Machinna

55 21 99983-7749   |   contato@machinna.com

© 2019 Powered by Machinna

Biografia

Uma voz com potência, emoção e verdade. O palco é o seu lugar, e o canto, sua vocação. Esta é Lu Oliveira, cantora e compositora nascida em 12 de agosto de 1980, em Niterói, mas criada no seu amado Rio de Janeiro. Intérprete de timbre belo e sofisticado, carregado de alma, Lu leva para o seu trabalho o suingue e a intensidade herdadas da sua descendência brasileira e portuguesa, o que faz de seu canto, uma grande festa. 

 

Publicitária de formação, Lu Oliveira resolve abandonar sua carreira em 2010 para se dedicar integralmente à música, sua verdadeira vocação. Lança seu primeiro CD “Sou Eu", em 2013, de forma independente, com produção musical de Zé Renato e 5 arranjadores de peso da música brasileira. “Que desperdício não ter conhecido Lu Oliveira até hoje”, disse Roberto Menescal ao receber de Zé Renato os áudios do disco.  Já Moacyr Luz, compositor de uma das faixas do CD, afirma: "Lu Oliveira veio pra ficar, isso eu garanto”.  

 

De lá pra cá a cantora já reúne mais 4 álbuns em sua discografia: “Cartas Africanas” (2017), de Moacyr Luz e Carlos Di Jaguarão, onde Lu interpreta 9 das 13 faixas; “No Voo do Urubu” (2017), de Arthur Verocai, onde a cantora dá voz a um belo samba de Verocai com seu parceiro Paulinho Tapajós (in memoriam); "Na Lira da Canção - Ana Costa, Dorina e Lu Oliveira em versos de Socorro Lira" (2019), um lindo trabalho em homenagem à obra desta grande poeta e compositora paraibana. 

 

E por fim, seu quinto trabalho fonográfico é justamente o primeiro autoral: “Canto do Atlântico” (2019), uma coproducao Brasil-Portugal, inspirado na sua relação afetiva com a música portuguesa. É um EP com 5 faixas que fazem uma viagem rítmica que começou no Rio de Janeiro e terminou em Lisboa, misturando sonoridades do Brasil, Portugal, Angola e Cabo Verde. 

 

“Canto do Atlântico” tem sabor, tem cheiro, tem sons e tem imagens de todos os cantos desse enorme oceano que separa e ao mesmo tempo une tantos povos. E Lu Oliveira é a voz doce, forte e sábia que nos faz lembrar de nossos avós, de nossos afetos tão próximos e tão distantes. (João Pimentel – jornalista e critico de música).